Projeto Recultura realiza evento sobre a cultura caiçara em Angra dos Reis

Por Sapê e OCA - Angra dos Reis

Nos dias 29 e 30 de abril, acontece em Angra dos Reis, na Praia do Frade, a primeira edição do projeto "Recultura", um trabalho de fortalecimento cultural produzido pela OCA (Organização dos Caiçaras Amigos) e pela Sapê (Sociedade Angrense de Proteção Ecológica), em parceria com o Fundo Socioambiental CASA. O principal objetivo do projeto é desenvolver a cultura caiçara do distrito de Mambucaba, em Angra, fortemente impactado pela indústria nuclear, pelo turismo e pelo crescimento urbano desordenado.

A abertura do evento, no dia 29 (sábado), a partir das 16h, será marcada pelo lançamento do vídeo documentário "Recultura Caiçara" e terá exposições fotográficas do Fórum de Comunidades Tradicionais de Angra, Paraty e Ubatuba. Também será realizada uma roda de conversa sobre as transformações socioambientais ocorridas na região, com espaço para propostas coletivas de incentivo à cultura caiçara do bairro do Frade. O grupo de jongo da Vila Histórica de Mambucaba encerra a programação com uma roda de dança.

No dia 30 (domingo), a partir das 18h, será realizada uma oficina de lambe-lambe, no calçadão da praia do Frade, com a artista angrense e caiçara Cecil Ribeiro. A partir das 21h, ocorre a Virada Cultural da OCA, com apresentação de grupos locais de música.

Além desses dois dias de evento, o projeto também irá desenvolver oficinas de ativismo socioambiental sobre os temas abordados no documentário "Recultura Caiçara", com exibição do vídeo na Escola Municipal Prefeito José Luiz Ribeiro Reseck (27 de abril) e no Colégio Estadual Antônio Dias Lima (28 de abril), ambas no bairro do Frade, nas turmas de ensino médio e do EJA (Educação de Jovens e Adultos).
Programação:

29/04: 
16h - Lançamento do vídeo documentário "Recultura caiçara"
17h - Roda de conversa 
19h - Roda de Jongo

30/04:
18h - Oficina de lambe-lambe 
21h - Virada Cultural da OCA

Mais sobre o minidoc "Recultura Caiçara"

Gravado entre outubro de 2016 e fevereiro de 2017, no bairro do Frade, em Angra dos Reis, o documentário "Recultura Caiçara" revela um local rico em histórias e lendas contadas aqui por seus moradores mais antigos, aqueles que vivenciaram toda a transformação ambiental e social daquela região. O vídeo tem 22 minutos de duração e, além dos depoimentos dos moradores, traz ainda uma exposição fotográfica virtual, que apresenta, através de imagens novas e antigas, os impactos ocasionados naquela área da cidade.

A partir da década de 1970, quando a comunidade caiçara da Praia de Itaorna teve suas casas desapropriadas para a construção da central nuclear (que atualmente compreende as usinas de Angra 1, 2 e 3), moradores da região viram a paisagem natural se modificar e acompanharam o crescimento desordenado de bairros como o Frade e o Parque Mambucaba. Muito da identidade cultural dos caiçaras daquela área foi suprimido por tais transformações, que também incluem, o impacto ambiental e social causado pela indústria hoteleira, que viu no local, até então de natureza preservada, uma oportunidade de lucro.

Após o lançamento do filme durante o evento "Recultura", 50 DVDs contendo o vídeo e a seleção de fotos serão distribuídos para colégios locais e ficarão à disposição de alunos, professores e comunidade.

Exibições: 17

Comentar

Você precisa ser um membro de Articulação Antinuclear Brasileira para adicionar comentários!

Entrar em Articulação Antinuclear Brasileira

Fazemos parte da Frente por uma Nova Política Energética

Acesse!

Site      Facebook    Twitter

© 2017   Criado por Articulação Antinuclear BR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço