Japão deve se ater a energia nuclear, diz comissão do governo

O Japão deve adotar a energia nuclear como uma fonte de energia "importante e fundamental", recomendou uma comissão do governo nesta sexta-feira, em um conselho que parece ter tudo para ser acatado, apesar da ampla rejeição provocada pelo desastre de Fukushima.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anseia pela reativação de reatores nucleares ociosos para reduzir custos de importação de combustíveis fósseis usados em termelétricas, o que levou o déficit na balança comercial a um recorde e elevou os preços das contas de luz.

Caso adotada, a recomendação pode colocar a energia atômica de volta na matriz energética do Japão após o governo anterior decidir abandoná-la na sequência dos vazamentos na usina de Fukushima Daiichi, no norte do Japão, após um terremoto de seguido de tsunami em 2011.

"A energia nuclear é uma importante e fundamental fonte básica de energia, que vai dar suporte à estabilidade da demanda e fornecimento de energia", escreveu a comissão governamental, acrescentando ser imprescindível garantir a segurança.

Não houve recomendação sobre qual proporção da energia deveria ter fonte nuclear.

O grupo é chefiado por Akio Mimura, presidente honorário do conselho de administração da Nippon Steel & Sumitomo Metal Corp, maior siderúrgica japonesa e uma das maiores consumidoras de energia do país.

(Reportagem de Mari Saito) 

Fonte: Estadão internacional - 13/12/2013

Exibições: 15

Comentar

Você precisa ser um membro de Articulação Antinuclear Brasileira para adicionar comentários!

Entrar em Articulação Antinuclear Brasileira

Fazemos parte da Frente por uma Nova Política Energética

Acesse!

Site      Facebook    Twitter

© 2019   Criado por Articulação Antinuclear BR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço