Angra 3 pode ter uma decisão definitiva na quinta feira para retomada das obras

Na próxima quinta-feira, dia 8, o Conselho Nacional de Política Energética vai analisar os rumos que serão tomadas para a retomada e a conclusão da Usina Nuclear Angra 3.  O governo avalia recorrer ao capital estrangeiro e parcerias com grandes empresas internacionais para terminar a obra que está parada desde 2015. Quinta, pode ser o dia D de Angra 3.  A primeira opção seria a contratação de financiamento e, se ele não for suficiente,  a entrada de um parceiro minoritário.O presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Junior, que esteve nesta segunda-feira(5) para uma reunião com o Ministro Fernando Coelho Filho e para o lançamento o veículo elétrico de Itaipu. Ele disse que Angra 3 tem um orçamento fechado e vai precisar de capital. É possível que a Eletrobrás não tenha recursos para colocar na empresa:

“ É certo que não teremos financiadores no Brasil para financiar a conclusão dessa usina,  e teremos que pensar em financiamento de estrangeiros. Dependendo do que for colocado, o quando eles podem financiar. Talvez de investidores também estrangeiros”, disse.

Ferreira Junior disse que a lei não permite a operação de usinas nucleares no Brasil por empresas privadas ou por empresas públicas de outros países. Com isso, um eventual parceiro terá participação financeira e a operação será integralmente  delegada à Eletronuclear, que já opera Angra 1 e 2. A central nuclear Angra 3 tinha custo estimado em R$ 8,3 bilhões, mas o valor previsto para a conclusão já chega a R$ 17 bilhões

Exibições: 16

Comentar

Você precisa ser um membro de Articulação Antinuclear Brasileira para adicionar comentários!

Entrar em Articulação Antinuclear Brasileira

Fazemos parte da Frente por uma Nova Política Energética

Acesse!

Site      Facebook    Twitter

© 2017   Criado por Articulação Antinuclear BR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço